Pular para o conteúdo principal

Etimologando: Recomeçar



É chegado o momento em que paro para refletir a palavra que marcou este ano. Talvez esteja um pouco cedo demais ainda, ou talvez não. Precipitei-me em escolher a palavra deste ano logo no início para que, desta forma, o ano seja "guiado" pelo significado dela. 
Antes eu deixava as coisas acontecerem e só depois fazia esse balanço, para poder ver qual palavra havia marcado aquele período da minha vida. Por exemplo, mediante todas as mudanças ocorridas na minha vida no ano que se findou, escolhi "Maturidade" como a palavra de 2016.
Porém, como disse outrora, farei diferente para ter resultados diferentes. Segue:
Para este ano escolho a palavra RECOMEÇAR, que significa: 1. começar de novo; retomar após interrupção; 2.começar a ser; a produzir-se novamente.
Pesquisando mais ainda, tem-se que a palavra compreende a junção do prefixo com o verbo começar. Ré vem do latim retro e significa voltar atrás. E começar significa, obviamente, dar início a algo novo. 
A beleza desta palavra está em sua oposição: voltar atrás e dar início a algo novo, que se atraem e se fundem num único propósito: as vezes, é necessário voltar uma casa no jogo da vida para podermos seguir em frente (Ré + começar). 
Portanto, quebre preconceitos, volte atrás - se necessário - e (RE) comece. Como na gramática, nem sempre é fácil e prazeroso, mas as vezes é necessário e o resultado final será de muita qualidade. Recomece! ;)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O "boom" do Depakote!

Se ninguém sabe ainda, meu maior sonho na vida é ser mãe. Sabe aquela coisa de se sentir bem perto de mulheres grávidas e imaginar como será na sua vez? Aquela coisa de chorar dias quando lê histórias tristes com crianças e imaginar se os seus filhos virão a este mundo para sofrer ou se poderá fazer mais por eles? Ficar as madrugas de insônia se imaginando grávida e cuidando dos filhos? (Suspiros, suspiros e mais suspiros).
  Tudo muito lindo, mããããs... um dia fui pega de calça curta pelo meu psiquiatra.

Sobre a ansiedade crônica

Muita gente acha que é frescura e que logo vai passar. Outro tanto de gente acha que você só está estressada ou nervosa. Há, ainda, quem ousa dizer que é coisa da idade ou que são os hormônios.

Escritoterapia

O que tem restado dessa desastrosa vida amorosa, senão emoção, subjetivismo, dor existencial, angústia, ausências e saudades? Talvez todas essas emoções sirvam, ao menos, para produzirem textos românticos ou tristes ou decepcionados ou saudosistas, como os livros da segunda geração do romantismo brasileiro, conhecida como ultrarromântica.